Porto Alegre

Rio de Janeiro

São Paulo


IN ES BR

Certificações

Certificação CNPQ
Certificação ISO
Certificação empresa ISO 9001:2008 e CNPq.

Receber Notícias

E-mail:
Nome:

A bebida alcoólica pode prejudicar saúde e beleza da pele

Ingestão de bebida alcoólica afeta a reserva de água do corpo e acaba prejudicando a pele. Mulheres são as mais afetadas.

Doenças como dermatite seborreica, elevação da oleosidade no rosto, vermelhidão facial e desidratação podem ter origem no consumo de bebidas alcoólicas

O consumo de bebida alcoólica no Brasil teve um aumente de 43,5% entre os anos de 2006 e 2016. Os dados são de uma pesquisa publicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o hábito do consumo de álcool no mundo. Atualmente, cada brasileiro a partir dos 15 anos chega a beber, em média, 8,9 litros de álcool puro por ano. O que pouca gente sabe, entretanto, é que esse hábito pode afetar a saúde e a beleza da pele, principalmente das mulheres.

Doenças como dermatite seborreica, elevação da oleosidade no rosto, vermelhidão facial e desidratação podem ter origem no consumo de bebidas alcoólicas. Como agente dilatador dos vasos sanguíneos, o álcool provoca alterações nas células da pele, dando, muitas vezes, aquele tom avermelhado no rosto de quem já bebeu acima do indicado. A substância também acaba estimulando a produção de radicais livres, que entram em contato com células sadias e danificam sua estrutura, o que causa envelhecimento precoce e flacidez.

Doenças como dermatite seborreica, elevação da oleosidade no rosto, vermelhidão facial e desidratação podem ter origem no consumo de bebidas alcoólicas

A ingestão de álcool afeta a reserva de água do corpo. Afinal, mais de 70% do corpo humano é composto de água, e para o organismo metabolizar uma molécula de álcool etílico, são necessárias nove moléculas de água. Com o excesso, o corpo começa a retirar moléculas de água de tecidos periféricos, e isso acaba afetando a pele, diminuindo o viço e colaborando para o seu ressecamento. Como as mulheres possuem, em média, menos água em sua composição corporal, os efeitos do álcool na pele são mais acentuados.

A dica para diminuir os efeitos do álcool sobre a pele é, além de beber com moderação, responsabilidade e espaçadamente, continuar hidratando o corpo consumindo bastante água.

Veja também:

Técnicas associadas que colaboram para o rejuvenescimento cutâneo


clinica leger s�o paulo Clinica Leger Moema São Paulo

 

Clínica Maison Leger Porto Alegre
Clínica Leger Rio de Janeiro
Clínica Leger Recife