Porto Alegre

Rio de Janeiro

São Paulo


IN ES BR

Certificações

Certificação CNPQ
Certificação ISO
Certificação empresa ISO 9001:2008 e CNPq.

Receber Notícias

E-mail:
Nome:

Dermatologia

Tratamento com Dermatologista

dermatologia

Dermatologia: Especialidade médica que se ocupa do diagnóstico e tratamento clínico-cirúrgico das doenças que acometem o maior órgão do corpo humano, a pele, que possui em média dois (2) metros quadrados de área em um indivíduo adulto.

Outra denominação é a dermatovenerologia, uma vez que a especialidade tem importante atuação no contexto das doenças sexualmente transmissíveis (doenças venéreas).

O dermatologista

Dermatologista é a denominação dada ao profissional responsável pelo diagnóstico, tratamento e prevenção clínico-cirúrgico de doenças na pele, tanto em crianças quanto em adultos. Além disso, a especialidade também engloba doenças causadas em seus anexos cutâneos, como cabelos, unhas e mucosas, além do tecido subcutâneo (tecido gorduroso).

Áreas da dermatologia:

Dermatologia clínica: Responsável pelo diagnóstico, prevenção e tratamento das doenças da pele.

Dermatologia cirúrgica: Realiza diversos procedimentos a fim de remover ou modificar a pele e o tecido celular subcutâneo. Entre os atos cirúrgicos executados estão a cirurgia convencional, a criocirurgia, a eletrocirurgia, a quimiocirurgia e a laserterapia.

Dermatologia estética: Atua realizando procedimentos para manter a integridade e a boa aparência da pele.

Tricologia: É disciplina médica que tem como objetivo o diagnóstico e o tratamento das doenças dos cabelos e do couro cabeludo.

Onicologia: É um ramo da ciência médica que estuda qualquer doença que envolva as unhas.

Estomatologia: Tem como finalidade prevenir, diagnosticar e tratar as doenças que se manifestam na cavidade da boca e no complexo maxilo-mandibular.

Dermatologia laboratorial: Realiza exames para confirmação de diagnósticos clínicos.

Qual a formação necessária para ser um dermatologista?

Para que o dermatologista possa atuar na especialidade é necessário, além dos seis anos de graduação em medicina, uma pós-graduação e, posteriormente, período de residência da área de dermatologia por três anos, em qualquer instituição de saúde ou, ainda, realizar um estágio por igual período em uma instituição reconhecida.

A pele:

O maior órgão do corpo humano é responsável por 16% do nosso peso, sendo responsável pelo controle do fluxo sanguíneo, regulação térmica e proteção contra ameaças externas. É dividida em três camadas, a epiderme, a derme e a hipoderme.

Epiderme: É a camada mais externa que envolve todo o corpo com a finalidade de proteger o organismo do meio externo, evitar a saída de água, bem como a entrada de substâncias e micróbios no organismo.

Derme: A derme é a segunda camada da pele, local onde são produzidas as fibras de colágeno e elastina, responsáveis por deixar a pele firme e elástica. Além disso, as terminações nervosas que a constituem são responsáveis pelas sensações, como a dor, frio, calor, pressão, vibração e prazer.

Hipoderme: É a camada mais profunda da pele, constituída basicamente por células de gordura, que agem como isolante térmico, absorve choques e acumula energia para o desempenho das funções biológicas.

Efeitos nocivos do sol para a pele:

Para evitar esses indesejados problemas, é imprescindível o uso de filtro solar mesmo em dias nublados, já que, nessas circunstâncias, 80% dos raios solares conseguem ultrapassar as nuvens e atingir a superfície. São diversos os tipos de protetores disponibilizados no mercado, basta escolher o que melhor lhe agrada, podendo optar por formas em gel, loção ou spray, por exemplo, e reaplicar a cada duas horas.

Doenças de pele:

Entre as doenças de pele, as causadas pelo sol são das mais importantes, sendo a mais temida o câncer de pele, já que é o tipo de tumor maligno mais comum no Brasil, chegando a 140 mil pessoas no país com a doença. O câncer de pele é caracterizado pelo crescimento anormal e descontrolado das células da pele, que pode ser visível pelo seu portador ao perceber perceber lesões que não curam em até quatro semanas, crescem, mudam de cor, sangram ou provocam prurido.

São vários os tipos de cânceres de pele, de modo que o tratamento varia de acordo com cada um, entretanto, sendo a maioria indicada para realizar a cirurgia. Quando diagnosticado recentemente, as chances de cura são grandes, por isso, é importante a procura de um médico dermatologista, caso se perceba alguma das modificações citadas acima.

Outras doenças de pele:

Acne: A acne é uma dermatose crônica que apresenta diferentes fases e atinge indivíduos de várias idades, principalmente durante a adolescência. Os fatores que a desencadeiam são diversos, entre eles a genética, os hormônios, a hiperidrose sebácea, hiperqueratinização folicular, colonização bacteriana e liberação de mediadores inflamatórios da pele.

Tem como características se manifestar por meio de lesões inflamatórias, que aparecem principalmente na face, podendo surgir, também, na região dos ombros e porção superior do tronco. Essa doença é causada por diversos fatores, como genéticos, hormonais e a hiperprodução sebácea.

Psoríase: A psoríase é uma doença inflamatória da pele, crônica, não contagiosa, que atinge tanto homens quanto mulheres, de 1 a 3% da população mundial. A idade em que ela surge é comumente em pessoas com menos de 30 anos ou com mais de 50 anos, entretanto, pode aparecer em qualquer fase da vida. A fisionomia da doença é caracterizada pelas manchas vermelhas, espessadas e descamativas, que surgem geralmente em áreas como no couro cabeludo, cotovelos e joelhos, podendo se espalhar por toda a pele e também atingir as articulações.

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE OS TRATAMENTOS DERMATOLÓGICOS

Fototerapia
É uma modalidade terapêutica onde se utiliza luz para tratar o paciente. É consagrado o termo fototerapia à terapia com radiações ultravioleta. No início da utilização da radiação ultravioleta como recurso terapêutico, só se usava luz do sol.

Envelhecimento Cutâneo
O envelhecimento cutâneo é um fenômeno fisiológico, progressivo e irreversível, caracterizado basicamente pelo declínio funcional e estrutural desse órgão.

Hidratação
Mesmo nas pessoas cuja pele tem níveis normais de hidratação, condições ambientais como vento forte, baixo nível de umidade e temperatura podem levar a um ressecamento importante. Nessas situações, face e extremidades são as mais afetadas.

Melasma
O melasma é um distúrbio adquirido da pigmentação, caracterizado por hipercromia da pele em áreas fotoexpostas, principalmente na face.

Remoção de pelos a laser
Em 1995, a remoção de pelos a laser foi liberada pelo FDA e possui um importante histórico de eficiência e segurança. Os tratamentos devem ser feitos cuidadosamente por profissionais bem qualificados e treinados, tendo em mente o tipo de pele do paciente.

Hidrosadenite
A hidradenite supurativa (HS) é uma doença sobre a qual não há um consenso em relação ao nome, à etiologia ou ao tratamento. A primeira descrição da literatura foi realizada por Verneuil, em 1864. Ele propôs o nome hidrosadenite e sugeriu como causa a glândula sudorípara. Este nome foi, e ainda é, utilizado nos países que seguem a cultura francesa.

Tratamento Capilar
A causa da queda de cabelo, tanto em homens quanto em mulheres, pode ter sua origem em diversos fatores. Entre as formas mais comuns de manifestação está a Alopecia.

Estomatite Aftosa Recorrente
A Estomatite Aftosa Recorrente (EAR) é uma doença inflamatória crônica caracterizada por úlceras orais dolorosas, recorrendo com frequência variada. Caracterizada como doença idiopática, costuma ser subdiagnosticada ou simplesmente ignorada.

Melanoma Cutâneo
A incidência do melanoma cutâneo continua a aumentar, assim, a dermatologia tem como desafio a necessidade de fazer o diagnóstico e o tratamento correto desse tumor, que é relativamente comum, sendo o câncer da pele de maior morbimortalidade.

Psoríase
A psoríase é uma doença que ainda não tem uma causa bem caracterizada. Manifesta-se por meio de lesões eritematoescamosas e ocorre tanto em homens quanto em mulheres. A psoríase pode surgir em qualquer idade, porém, sua ocorrência é mais comum a partir da terceira e quarta década de vida. Veja algumas formas de realizar o tratamento da psoríase.

Estrias
As estrias são lesões que aparecem em razão da alteração das fibras elásticas que constituem a pele. Elas surgem pela distensão excessiva da pele, de modo que é mais comum sua ocorrência na puberdade.

Cicatriz de Acne
A acne, após tratada, muitas vezes deixa marcas que continuam dando a aparência da doença. No tratamento da cicatriz de acne é indicado o laser Co2 Fracionado, que com algumas sessões, diminuem em muito o aspecto das depressões.

Xantelasma
O xantelasma se manifesta por meio de pequenos depósitos de gordura, principalmente em regiões como pálpebras e axilas. Muito comum nos adultos e idosos, o xantelasma pode ser um indicativo de níveis elevados de colesterol e triglicerídos.

Hemangiomas
Numa cor que se assemelha ao vinho, os Hemangiomas aparecem como uma formação benigna de capilares e vasos sanguíneos. São bem delimitados e podem aparecer na pele ou até mesmo nas mucosas.

Acrocórdons
Os acrocórdons são projeções na pele, geralmente localizadas nas faces laterais do pescoço, axilas, porção superior do tronco e pálpebras de pacientes de meia-idade ou idosos. Sua manifestação pode ser favorecida pela obesidade, gravidez, menopausa, bem como, distúrbios endócrinos.

Siringomas
É um tumor benigno derivado de glândulas sudoríparas que atinge principalmente as mulheres. A doença caracteriza-se pela formação de pequeninas lesões, da cor da pele ou amareladas, um pouco elevadas e de consistência levemente endurecida. São assintomáticas e costumam aparecer, em pouca ou grande quantidade, nas pálpebras e ao redor dos olhos.

Melanoses
A excessiva exposição aos raios solares pode trazer malefícios à saúde de sua pele, tal como a hiperpigmentação de algumas regiões, levando à formação de manchas. Estas são chamadas de melanoses e podem ser tratadas de diversas maneiras.

Envelhecimento das Mãos
O tratamento do envelhecimento das mãos prentede reduzir os sinais cutâneos que denunciam em muito a idade cronológica. Existem algumas alternativas de tratamentos que tornam possível diminuir a aparência senil e devolver o aspecto jovem às mãos.

Remoção de Maquiagem Definitiva
Com o mesmo processo utilizado nas tatuagens, é possível realizar a remoção de maquiagem definitiva ou permanente, com o uso do laser Q-Yag. Com o comprimento de onda bem definido, a atuação do laser para este procedimento atinge somente o pigmento de tinta, sem atingir a melanina nem as regiões circundantes.

Tratamento de Acne
A acne é uma doença que atinge até 80% dos adolescentes e adultos no faixa de idade entre os 11 e 30 anos.

Flacidez da Pele
O envelhecimento é um fenômeno fisiológico que pode afetar qualquer tipo de tecido. O tecido colágeno, por exemplo, é componente fundamental do tecido conjuntivo que se torna gradualmente mais rígido com a idade.

Dermatite Seborréica
Existem diferentes padrões de eczema seborréico, afetando principalmente as áreas pilosas do corpo humano. Na maioria das vezes fica visível uma gordura amarelada que se acumula na pele formando microcristais, característica da doença. É importante que os pacientes sejam informados de que a terapia é supressiva e não curativa.

Esclerodermia
É uma doença vascular inflamatória e fibrótica. Nesta desordem a pele torna-se dura como tecido conjuntivo grosso, pela excessiva fibrose da pele. Há espessamento da camada íntima das artérias e arteríolas. Esses processos não se limitam à pele, e podem envolver muitos outros órgãos, incluindo os intestinos, pulmões, rins e coração, levando à sua disfunção e até a morte.


Veja alguns diagnósticos que o dermatologista pode tratar:

Tratamento da acne (cravos e espinhas), acne rosácea, acne solar, acrocórdon, fibroma mole, albinismo, alopécia androgênica (calvície, queda de cabelos), alopécia areata (pelada), angiodermite pigmentar, angiomas, angioqueratoma da bolsa escrotal, balanite xerótica obliterante, bromidrose (cecê, chulé), brotoeja, cancro mole, carcinoma basocelular, carcinoma de células de Merkel, neuroendócrino ou trabecular, carcinoma espinocelular, catapora ou varicela, ceratoacantoma, ceratose actínica ou solar, ceratose folicular ou pilar, ceratose seborréica, cisto dermóide, cisto mixóide, cisto mucoso ou mucocele, cisto pilonidal, cistos (cisto sebáceo), cloasma gravídico (manchas de gravidez), condiloma acuminado (crista de galo, verrugas genitais), craurose vulvar, cermatite atópica ou eczema atópico, dermatite de contato, dermatite herpetiforme, dermatite de Duhring-Brocq, dermatite seborréica (caspa, seborréia), dermatofibroma, ermatofitose, tinea do corpo (impingem), dermatose acantolítica transitória, doença de grover, dermatose papulosa nigra, hisidrose, doença de Mucha-Habermann, donovanose ou granuloma venéreo, eczema de contato, eczema de estase, eczema numular, eczema por irritante primário (eczema das mãos), eflúvio telógeno (queda de cabelos), epidermólise bolhosa adquirida, erisipela, eritema anular centrífugo, eritema multiforme ou eritema polimorfo, escabiose (sarna), esclerodermia, esporotricose, estrias, farmacodermias, erupções provocadas por drogas, fibroceratoma digital adquirido, fibroqueratoma acral, fibroma mole, molusco pêndulo, acrocórdon, fitofotomelanose (manchas de limão), fogo selvagem, foliculite, foliculite decalvante, foliculite queloideana da nuca, furúnculo e furunculose, gonorréia ou blenorragia, granuloma anular, granuloma piogênico (carne esponjosa), grânulos de fordyce, hanseníase, hemangioma infantil, hemangiomas, herpes, herpes simples, herpes labial, herpes genital, herpes gestacional, penfigóide gestacional, herpes zoster (cobreiro), hidradenite ou hidrosadenite, hidrocistoma, hiperidrose (excesso de suor), hiperpigmentação pós-inflamatória, hipomelanose macular progressiva, hipomelanose do tronco, hordéolo ou terçol, ictiose vulgar, impetigo, intertrigo (frieira), larva migrans (bicho geográfico), leishmaniose cutâneo mucosa ou tegumentar americana, leucodermia gutata (sarda branca), linfogranuloma venéreo, lipoma, líquen aureus, líquen escleroatrófico, líquen estriado, líquen nítido, líquen plano, líquen simples crônico, neurodermatite circunscrita, lúpia, lupus eritematoso, lupus pérnio (sarcoidose), mancha vinho do porto, melanoma maligno, melanose solar (mancha senil),elasma (manchas na face), micose da virilha, micose das unhas, micoses superficiais da pele (impingem, pé de atleta, etc.), miíase furunculóide (berne), miliária (brotoeja), milium, molusco contagioso, neurodermatite circunscrita, neurofibromatose, doença de von Recklinghausen, nevo azul, nevo de Ito, nevo de ota, nevo displásico, nevo halo, nevo melanocítico ou nevo pigmentado, nevo spilus, onicomicose, micose das unhas, paquioníquia congênita, parapsoríase em placas, pediculose da cabeça (piolho), pediculose pubiana "chato", pelo encravado, penfigóide bolhoso, penfigóide gestacional, herpes gestacional, pênfigos, periporite supurativa, pitiríase alba, pitiríase liquenóide, pitiríase rósea, pitiríase rubra pilar, pitiríase versicolor (micose de praia, pano branco), prurigo estrófulo (reação a picada de insetos), psoríase, queimaduras, quelóide, qosácea, sarcoidose, sardas ou efélides, sarna ou escabiose, síndrome de Stevens-Johnson, siringoma,terçol ou hordéolo, tricorrexis nodosa ou tricorrexe nodosa, tungíase ("bicho de pé"), úlcera venosa ou úlcera de estase (úlcera de perna), unha encravada, urticária, varicela ou catapora,verrugas virais, vitiligo, xantelasma, xeroderma pigmentoso.

Visite também no Rio de Janeiro Dermatologista na Barra da Tijuca.




clinica leger s�o paulo Clinica Leger Moema São Paulo

 

Clínica Maison Leger Porto Alegre
Clínica Leger Rio de Janeiro
Clínica Leger Recife