Porto Alegre

Rio de Janeiro

São Paulo


IN ES BR

Certificações

Certificação CNPQ
Certificação ISO
Certificação empresa ISO 9001:2008 e CNPq.

Receber Notícias

E-mail:
Nome:

Tratamento a Laser

Protocolo para aplicação do Laser CO2 Fracionado nas Clínicas Leger

laser c02 fracionado

Os parâmetros a serem estabelecidos no equipamento variam de acordo com cada caso em particular visando o resultado esperado para aquele paciente em particular. Além dos parâmetros a serem estabelecidos no equipamento, cuidados específicos são tomados para maior conforto e segurança ao paciente. Utilização de anestésico tópico: o anestésico deve ser aplicado uma (1) hora antes do procedimento e reaplicado 30 minutos antes do início do tratamento. O paciente tem a opção de já vir de casa com o anestésico (indicado pelo médico em consulta de avaliação) aplicado. Analgesia: um analgésico via oral poderá ser vir a ser utilizado, varia de caso a caso de acordo com a sensibilidade do paciente.

Além do anestésico tópico, realiza-se o bloqueio nervoso em pontos da face para garantir que o paciente não sentirá qualquer desconforto com dor durante o procedimento. Resfriamento da pele: a analgesia da pele também é realizada durante todo o procedimento, por meio do uso de equipamento específico para esta finalidade (mais informações sobre este processo, logo abaixo). Ar extremamente frio, soprado por um compressor, auxilia na analgesia da pele em procedimentos de tratamentos a laser.

Como funciona: o equipamento produz ar extremamente frio (-35ºC ~ -10ºC) soprado por um compressor de alto fluxo que, em contato com a superfície da pele, produz uma analgesia temporária trazendo absoluto conforto ao paciente durante o tratamento. Ao contrário de outros métodos como resfriamento de contato, spray criogênico ou sacos de gelo, além de mais higiênico, esta tecnologia pode esfriar a pele antes, durante e depois que a energia do laser foi aplicada, não interferindo na realização do procedimento. Vale ressaltar que, tendo o laser de CO2 afinidade com água, a pele precisa estar seca durante o procedimento. A analgesia temporária criada pelo ar extremamente frio faz com que o paciente sinta muito menos dor, permitindo que o médico aplique o laser em ótima fluência, otimizando o tempo de aplicação. Paciente e médico satisfeitos. Redução de eritema: o ar frio diminui a ocorrência do eritema causado pela aplicação do laser, garantindo ao médico e ao paciente maior segurança durante e após o tratamento.

Ao final de uma sessão de tratamento facial, um creme específico reestruturador da pele, pós laser, é aplicado no local e uma máscara na face por alguns minutos. Esta máscara libera ativos e nutrientes da matriz de hidrogel para a camada epidermal da pele.

Com todos estes cuidados o paciente não sente dor, apenas desconforto que perdura durante o tratamento e na primeira hora após o tratamento. Em torno de apenas cinco (5) a sete (7) dias pós procedimento, a pele já se recupera do edema, do vermelhidão e das pequenas crostas que irão se formar logo após o procedimento. Cuidados pós-tratamento devem ser rigorosamente observados e seguidos, pelo paciente, de acordo com as orientações médicas. O paciente deve estar devidamente informado pelo médico, em consulta de avaliação, quanto ao tratamento e seus riscos. Antes de se submeter ao tratamento, o paciente, ciente de todo o passo a passo, de todo o processo do tratamento, deve assinar um termo padrão de consentimento informado. Fotografias são feitas, da região a ser tratada, antes do início do tratamento para posterior controle.


clinica leger s�o paulo Clinica Leger Moema São Paulo

 

Clínica Maison Leger Porto Alegre
Clínica Leger Rio de Janeiro
Clínica Leger Recife