Porto Alegre

Rio de Janeiro

São Paulo


IN ES BR

Certificações

Certificação CNPQ
Certificação ISO
Certificação empresa ISO 9001:2008 e CNPq.

Receber Notícias

E-mail:
Nome:

Terapia Fotodinâmica* para tratamento dermatológico

Terapia fotodiâmica para tratamentos de acne, manchas de sol (ceratoses actínicas), sardas, vermelhidão (rosácea), pequenos vasos sanguíneos dilatados (telangiectasias), verrugas, envelhecimento provocado pela exposição solar e tumores basocelulares superficiais.

Este é um procedimento dermatológico não cirúrgico aprovado pela agência de saúde norte-americana e não requer sedação. A terapia fotodinâmica também pode ser indicada para determiandos tipos de câncer de pele, bem como, para algumas lesões pré-malignas.

A terapia fotodinâmica produz uma reação química a partir da ação de uma fonte de luz sob um agente fotossensibilizante que ajuda na degradação seletiva do tecido-alvo. O tratamento é realizado com MAL (Metil Amino-levulinato) ou ALA (Ácido Amino Levulínico), de acordo com o problema a ser tratado. As fontes de luz utilizadas variam entre laser, LED ou Luz Intensa Pulsada, conforme o fotossensibilizante escolhido e o comprimento de onda necessário para ativar a reação química.

O tratamento com terapia fotodinâmica é indicada para redução de lesões superficiais, múltiplas, disseminadas e para pacientes imunossuprimidos. Isso inclui combate à acne, hidrosadenite, esclerodermia, psoríase, verrugas, fungo nas unhas, leishmaniose e até mesmo redução do fotoenvelhecimento.

A terapia fotodinâmica consiste em duas etapas: administração do agente fotossensibilizante por via tópica ou sistêmica e exposição à luz. O fotossensibilizador possibilita a absorção da luz pela célula, o que gera espécies reativas de oxigênio molecular que promovem estresse oxidativo em lipídios, aminoácidos e proteínas, danificando as membranas plasmáticas e as organelas celulares. A degradação do tecido ou apoptose, morte celular, acontece quando as mitocôndrias sofrem a inibição do transporte de suas enzimas, o que dificulta a respiração celular e provoca necrose.

Dra Ruth Bier fala sobre terapia fotodinâmica

A terapia fotodinâmica atua com a aplicação de dois (2) agentes. O primeiro é um composto fotossensibilizador em forma de creme sobre a lesão. Esse creme adere preferencialmente ás células cancerígenas, preservando as células saudáveis ao redor da lesão. O segundo agente da terapia fotodinâmica é uma luz vermelha, específica para ativar o creme fotossensível, que foi aplicado sobre a pele doente. A única proteção recomendada é o uso de óculos especiais para os olhos.

Ao aplicar a luz vermelha sobre a região da pele em tratamento, o creme começa a agir destruindo as células cancerígenas. Após um tempo, determinado pelo médico, a luz é desligada e o processo está concluído. Dependendo da resposta à primeira aplicação, outras podem ser feitas, após algumas semanas. Por isso, o acompanhamento médico é uma exigência do tratamento. Todo o processo pode ser realizado com o paciente desperto, em clínicas e hospitais equipados para realizar a terapia fotodinâmica.

*O tratamento com terapia fotodinâmina é realizado apenas na unidade Clínica Leger Porto Alegre.



clinica leger s�o paulo Clinica Leger Moema São Paulo

 

Clínica Maison Leger Porto Alegre
Clínica Leger Rio de Janeiro
Clínica Leger Recife