fbpx
Carregando...
Agendamento: RS +55 (51) 4063.8333, RJ +55 (21) 4063.8333, SP +55 (11) 4063.3338
De segunda-feira a sexta-feira das 8h às 20h | Sábado das 9h às 15h
Voltar

Blog

Voltar

Como combinar preenchimento e toxina botulínica na harmonização facial

Toxina botulínica e preenchimento podem ser combinados para harmonização facial. Injetáveis e utilizados na maioria das vezes para rejuvenescimento, as técnicas possuem características similares e muitas vezes podem ser confundidadas, mas é fácil entender a diferença. A toxina é utilizada para prevenção e tratamento de rugas, enquanto o preenchimento é destinado a estimulação de colágeno e reposição de volume. Na harmonização facial podem ser utilizados como procedimentos complementares.

Os sinais do envelhecimento são causados por diversos fatores, entre eles, falta de colágeno e perda de volume, que juntos favorecem a flacidez. Normalmente indicada para o terço superior da face, a toxina pode tanto reduzir a movimentação muscular que favorece a formação de linhas dinâmicas pela repetição de expressões, quanto relaxar a musculatura hipertrofiada que contribui para as rugas estáticas. Por sua vez, o preenchimento é destinado à reposição do volume perdido pelo tecido ósseo e pela camada de gordura, estruturas de sustentação que assim como a própria pele sofrem desgaste e favorecem a flacidez facial.

Enquanto a toxina é indicada para o tratamento de rugas na testa, entre as sobrancelhas e no canto dos olhos, chamadas de pés de galinha, onde a pele é mais fina, o preenchimento é destinado ao tratamento de sulcos profundos como o bigode chinês e as linhas de marionete, onde é necessário repor volume. A substância preenchedora pode variar conforme a necessidade do paciente, podendo ter efeito hidratante como o ácido hialurônico ou ainda estimular colágeno como o ácido polilático, a policaprolactona ou até mesmo o PMMA, de maior potencial preenchedor. Estes últimos, assim como a hidroxiapatita de cálcio previnem e tratam a flacidez, que é uma das causas do envelhecimento.

Harmonização facial com preenchimento e toxina botulínica

O princípio básico da toxina botulínica é impedir a comunicação entre o cérebro e o músculo, o que permite sua utilização em uma série de outros tratamentos, como hiperidrose, bruxismo, nariz mergulhante, redução de papada, entre outros. A ação do preenchimento, contudo, é destinada também ao equilíbrio das proporções do rosto através da harmonização facial, técnica que também conta com a toxina botulínica como tratamento complementar para arquear as sobrancelheas e corrigir o sorriso gengival, por exemplo. O volume proporcionado pelo preenchimento permite redefinir o contorno facial enquanto a toxina pode ser usada também para prevenir ou reduzir as linhas de expressão contribuindo para uma pele mais lisinha. Dica: como a toxina, ao contrário do preenchimento, não estimula a produção de colágeno, pode ser interessante realizar também alguma sessão de radiofrequência, por exemplo, como procedimento complementar para melhorar a qualidade da pele.

💬 Precisa de ajuda?