fbpx
Agendamento: RS +55 (51) 4063.8333, RJ +55 (21) 4063.8333, SP +55 (11) 4063.3338
De segunda-feira a sexta-feira das 8h às 20h | Sábado das 9h às 15h
Voltar

Blog

Voltar

Após virar moda, harmonização facial ganha fama de deixar todos os rostos iguais

desenhos animados como johnny bravo e o máscara, com rosto quadrado e malar saltados são exemplos de padronização da harmonização facial

Uma harmonização facial natural precisa levar em consideração a sua individualidade. Nem todos precisam de maçãs do rosto projetada, lábios volumosos e mandíbula reta.

Nesse artigo vamos explicar como você pode fazer para fugir da armadilha de uma harmonização que deixa todos os rostos iguais, criando com seu médico um plano de tratamento personalizado que ajude você a alcançar seu objetivo e favoreça uma aparência natural, única e autêntica.

Mas afinal, de onde veio essa fama?

A possibilidade da harmonização facial de redefinir o contorno facial com preenchimento fez crescer a demanda pela oportunidade de ter o rosto dos sonhos sem cirurgia.

O procedimento que permite o retorno à rotina no mesmo dia ganhou milhares de interessados em renovar seu visual e chamou a atenção também de muitos profissionais que perceberam aí uma chance de crescimento financeiro.

Diante da possibilidade de lotar a agenda sem precisar sair do consultório muitos se aproveitaram dessa ansiedade de ter o rosto renovado em menos de uma hora e passaram apenas a reproduzir sem critérios traços marcantes de outros rostos, o que levou a harmonização a ganhar fama de deixar todo mundo igual.

No entanto, a verdadeira harmonização deve ter você como referência e é a partir das suas linhas faciais que o médico planeja um tratamento personalizado.

médico marca rosto de paciente com lápis em consulta de avaliação

Médico faz avaliação global da face para planejar um tratamento personalizado.

O primeiro objetivo é resolver suas queixas e atender os desejos que você tem, mas é preciso também ter um olhar global sobre a face para identificar suas reais necessidades e propor alternativas que possam agilizar e contribuir para uma aparência mais natural.

Ao longo deste artigo vamos explicar como funciona este processo, o que é um rosto harmonizado e como é possível ter resultados naturais com a harmonização facial.

Harmonização facial: processo para ter um rosto único

Tudo começa na avaliação. Embora a principal técnica utilizada seja o preenchimento, a harmonização facial é um processo que pode envolver muitos procedimentos, como: fios de sustentação, ultrassom microfocado, tratamentos odontológicos e ser influenciada até pelos seus cuidados diários com a pele, cabelo e maquiagem.

médico sentado no consultório explica as possibilidades da harmonização facial ao paciente

A indicação do que é mais adequado para você é feita pelo médico em consulta presencial conforme a experiência dele, a disponibilidade de recursos e as suas preferências. Uma avaliação criteriosa deve propor opções para satisfazer os seus desejos, mas também as suas necessidades.

Somente com uma consulta o médico pode definir se os procedimentos que você deseja são os que você realmente precisa para alcançar o seu objetivo.

O que é um rosto harmonizado?

Harmonia, por definição, é combinar elementos familiares entre si com o objetivo de transmitir uma sensação agradável. Quando nos aproximamos da proporção ideal entre as diversas partes de um rosto – nariz, queixo, mandíbula, etc – dizemos que este é um rosto harmonizado.

Você pode nunca ter reparado, mas a distância entre a base do seu nariz e a parte de baixo do queixo vezes 1,618 é igual o tamanho do restante do rosto, que ao ser multiplicado também por 1,618 é igual ao tamanho do seu rosto inteiro.

Pode parecer complicado, mas você vai se impressionar com a maneira com que você percebe e aceita essa combinação naturalmente, se encanta com ela ou até estranha quando vê algo diferente.

perfil de rosto feminino com aplicação da espiral de fibonacci para representar as proporções faciais

O número que mencionamos anteriormente (1,618) é o rácio dourado, uma constante matemática que está presente em tudo na natureza, incluindo plantas e animais. Esse coeficiente é percebido de forma inconsciente desde que nascemos, a ponto de nos ser tão íntimo que sua ausência nos causa até estranhamento. Mediante sua falta dizemos automaticamente que algo está “fora de proporção”.

Você pode nunca ter ouvido falar em rácio dourado e nem saber exatamente o que é proporção, mas eu aposto que você já teve essa sensação, certo?

Proporção é uma relação numérica entre elementos familiares, como as partes de um rosto que citamos anteriormente: nariz, queixo, mandíbula, etc. Quando essas regiões possuem tamanhos proporcionais dizemos que este é um rosto harmônico.

plano americano da estátua de davi de michelangelo que é exemplo de equilíbrio das proporções do corpo humano

O conceito de harmonia e proporção é aplicado desde a Grécia Antiga. Na renascença, o artista italiano Michelangelo disse que para esculpir a estátua de Davi (foto), uma de suas obras mais famosas, foi preciso apenas “retirar os excessos”. É fácil perceber, contudo, que a principal referência para conseguir o impressionante realismo anatômico foram as proporções bem definidas do corpo humano.

A mesma referência deve ser o ponto de partida do médico na hora de harmonizar uma face. Nesse processo, assim como Michelangelo, o trabalho do médico é equilibrar proporções. Só que em vez de martelo e cinzel, ele utiliza microcânulas e implantes líquidos para que você tenha um rosto harmonizado. Com a ajuda dessas agulhas de ponta arredondada que evitam hematomas as mãos dos profissional vão modelando de dentro para fora como quem faz uma escultura e definem o contorno do rosto tendo você como referência.

O que é preciso para uma harmonização facial natural?

Se você perguntar ao seu médico se é possível conseguir uma harmonização facial natural e evitar que todos os rostos fiquem iguais, ele provavelmente irá responder que é necessário apenas ter “bom senso estético“.

Mas para isso é preciso:

  • realizar uma avaliação global da face, em vez de apenas pontual;
  • buscar as necessidades de cada rosto e entender que nem todos precisam ter maçãs do rosto projetadas, lábios volumosos e mandíbula reta; e
  • planejar um tratamento personalizado que tenha como objetivo solucionar as insatisfações estéticas do paciente, mas também indicar procedimentos que possam contribuir para uma aparência natural.

Como escolher o profissional ideal?

A harmonização facial com preenchimento, mesmo que minimamente, é um procedimento invasivo, por isso o alerta da Sociedade Brasileira de Dermatologia de que os médicos são os profissionais mais indicados para este procedimento, pois além de realizar estão aptos também a tratar eventuais complicações.

A confiança também ajuda na hora de decidir com quem fazer, por isso:

  • peça indicações de médicos/clínicas;
  • siga os profissionais nas redes sociais;
  • leia os comentários das postagens;
  • acompanhe os stories;
  • visite o site dos médicos;
  • pesquise sobre a formação, tempo de experiência, participação em pesquisas, congressos e eventos de atualização;
  • compare; e só então,
  • decida.

Resumindo:

A harmonização facial normalmente é realizada com preenchimento e quando leva em consideração as suas necessidades, tendo como referência os seus traços faciais, pode contribuir para que você tenha um rosto harmonizado.

Para isso é preciso encontrar um profissional capacitado, com bom senso estético e que a partir de uma avaliação global da face possa satisfazer os seus desejos, mas também oferecer o que você precisa para ter aparência única, natural e autêntica.