Agendamento: RS +55 (51) 4063.8333, RJ +55 (21) 4063.8333, SP +55 (11) 4063.3338
De segunda-feira a sexta-feira das 8h às 20h | Sábado das 9h às 15h
Voltar

Blog

Voltar

Associação de técnicas cirúrgicas possibilita definição do contorno corporal pós-gestação

Mommy Makeover é uma associação de cirurgias plásticas para minimizar as insatisfações estéticas da mulher após a gravidez. É comum que após a gestação as mamães apresentem flacidez, estrias, gordura localizada e queda das mamas. Tudo isso pode ser tratado combinando duas ou mais técnicas em um único procedimento. O ideal é que a cirurgia seja realizada seis meses após o parto, três meses depois da amamentação e desde que a paciente esteja desconsiderando futuras gestações.

O fim da gravidez muitas vezes significa uma transição em que a mulher deixa de ser o centro das atenções, posição que passa a ser ocupada pelo recém-nascido. Após a gestação é comum surgir um desconforto com a aparência e uma queda na autoestima, que em casos mais graves pode levar até à depressão pós-parto. O resgate do bem-estar e a vontade de equilibrar assimetrias trazidas pela gravidez que respondem lentamente a outros estímulos como dieta e exercícios levam muitas mulheres a procurar pelo Mommy Makeover. A associação de técnicas em um único procedimento capaz de minimizar as principais satisfações com o contorno corporal após a gestação pode envolver abdominoplastia, lipoaspiração e mastopexia, saiba mais:

Abdominoplastia

Esta é a cirurgia mais procurada após a gravidez, com o objetivo de reconstrução da parede abdominal, que muitas vezes sofre uma dilatação excessiva para abrigar o neném. A cicatriz geralmente fica nas dobras do corpo disfarçada pela roupa íntima ou biquíni. O excesso de gordura, de tecidos e de pele são removidos e os músculos abdominais enfraquecidos são reparados e suturados. Haverá também uma segunda cicatriz ao redor do umbigo. Cortes mais extensos podem ser realizados quando há perda de definição na cintura, no quadril e até mesmo nas costas, o que é bastante comum depois da gestação e em pacientes pós-bariátrica.

Lipoaspiração

O aumento de peso durante a gestação pode trazer prejuízos permanentes ao contorno corporal contribuindo para o aumento das medidas em braços e coxas, mas favorecendo especialmente a perda de diferença entre cintura e quadril. A lipoaspiração é uma cirurgia plastica que ajuda a reduzir o excesso de gordura localizada colaborando para definir a silhueta da nova mãe. Contudo, é importante adequar expectativas à realidade, uma vez que o procedimento tem pouca eficácia na redução de peso, sendo destinado a redução de medidas, com efeito muito mais perceptível na fita métrica do que na balança.

Mastopexia

O aumento das mamas para produção de leite favorecem a flacidez, que pode ser minimizada com mastopexia. A cirurgia possibilita o lifting do seios retirando o excesso de pele, utilizando prótese de silicone ou combinando os métodos. A mastopexia com prótese é utilizada para fortalecer o tecido mamário e ajudar a definir o contorno dos seios. O procedimento combina a retirada de pele flácida com implante de prótese de silicone, colaborando tanto para o reposicionamento das mamas como para harmonização da estética corporal.

A realização do Mommy Makeover depende de avaliação presencial especialmente no caso de pacientes com diabetes, hipertensão, doenças cardíacas ou autoimunes. Na consulta o médico irá considerar o aspecto físico e o histórico clínico da paciente para sugerir um tratamento personalizado. O período de recuperação depende do número de técnicas associadas, podendo chegar a até três semanas. Como durante esse período, especialmente no caso de mastopexia, é desaconselhado pegar a criança no colo, o ideal é adiar o procedimento cerca de um ou dois anos até ela ser mais independente.

Orientações pós-procedimento

Outros cuidados incluem o uso de malha compressora e evitar esforço físico por um mês, dormir de barriga por cima por cerca de dois meses e seguir as orientações do médico. A aparência final poderá ser vista em torno de seis meses, com a redução do inchaço e de hematomas. O comprometimento da paciente com o tratamento é decisivo para um efeito satisfatório, o que significa tomar as medicações prescritas, realizar drenagem linfática e respeitar o tempo de repouso. O que mais incomoda você? Agende sua avaliação e venha conversar com um de nossos médicos! Agendar