Porto Alegre Rio de Janeiro São Paulo
Zoom + Zoom -
IN ES BR
Atendimento AGENDAR CONSULTA
De segunda a sexta-feira, das 8h às 20h.
Certificações Certificação CNPQ
Certificação ISO
Redes Sociais
Vídeos Instagram Publicações
Receber Notícias
E-mail:
Nome:
Leger Bioplastia Cirurgia Plástica Ginecologia Dermatologia Odontologia Fisioterapia Massoterapia Day Spa Nutrição Psicologia

BIOPLASTIA

Clínica Leger com Bioplastia de Glúteos e Bioplastia Facial

pmma bioplastia

Bioplastia: Os preenchimentos com bioplastia são minimamente invasivos, porém, nas regiões que atuam e para as finalidades a que se propõem, possuem o mesmo potencial que as cirurgias plásticas. É interessante que na bioplastia, a forma de atuação se dá por meio da devolução de volumes que foram perdidos por vários motivos, sendo os fatores de envelhecimentos os mais influentes.

Bioplastia para Flacidez da Pele

A bioplastia na região do rosto, principalmente, atua exatamente no processo inverso ao envelhecimento, repondo os volumes e consequentemente, esticando novamente a pele. Além disso, o PMMA (produto definitivo) quando implantado passa a estimular a produção natural de colágeno pelo organismo.

O colágeno, por sua vez é a proteína que atua unindo e fortalecendo os tecidos, entre eles as camadas cutâneas. O colágeno representa até 30% da proteína total do corpo humano, no entanto, com o tempo essa realidade começa a mudar. Por meio de um processo natural nosso corpo passa a produzir menor quantidade de colágeno, substância que dá elasticidade à pele. Neste mesmo mecanismo, o ácido hialurônico também diminui em quantidade e pode ser preenchido com a mesma substância, com uso da técnica de bioplastia.

Os preenchimentos com bioplastia pode ser realizados com diferentes produtos entre eles os absorvíveis, como o ácido hialurônico por exemplo, que é eliminado do organismo com o tempo, e os definitivos, como o PMMA, que são permanentes.

Bioplastia facial ou preenchimento facial

A bioplastia pode ser aplicada como bioplastia de rugas profundas, bioplastia para aumento de lábios, bioplastia para maçã do rosto, bioplastia na linha mandibular, bioplastia de mento (queixo), bioplastia de nariz, bioplastia de pálpebras, para tratamento de olheiras etc.

Os procedimentos em conjunto, principalmente maçã do rosto, linha mandibular e preenchimento de sulcos, tende a dar um efeito semelhante ao de um lifting facial, diminuindo o aspecto da flacidez. A bioplastia tem como definição ser a plástica sem cortes nem cirurgia, que é realizada com o implante de material biocompatível em planos anatômicos profundos, por processo minimamente invasivo.

Bioplastia de rosto

Bioplastia de Glúteos

A bioplastia de glúteos constitui um dos procedimentos mais realizados, procurado tanto por mulheres quanto homens. A bioplastia de glúteos tem por objetivo melhorar o volume, harmonia corporal e elevar o glúteo. É possível, ainda, acentuar o quadril e preencher alguns pontos de celulite grau II ou III, quando realizado em conjunto com uma técnica chamada subcisão, pela qual ocorre o descolamento da trabécula que mantém o aspecto "casca de laranja" da celulite.

Bioplastia: plástica minimamente invasiva

A bioplastia surgiu como uma alternativa às pessoas que querem mudar algo no corpo, mas têm receio de submeter-se a procedimentos cirúrgicos. Além disso, existe a possibilidade de escolha entre uma mudança definitiva ou temporária. Como vistos anterirmente, isso se deve à opção entre o PMMA e o ácido hialurônico.

O preenchimento com PMMA é definitivo em razão de uma importante característica do produto, de ter apenas seu veículo (líquido que transporta o produto) absorvido, enquanto que as moléculas de PMMA, devido ao seu tamanho e regularidade na superfície, permanece no local implantado.

A bioplastia com PMMA tem, ainda, a propriedade de estimular a produção natura de colágeno pelo organismo. Diferentemente das cirurgias plásticas, com prótese de silicone, a bioplastia é realmente definitiva, não existe a necessidade de troca.

O ácido hialurônico é uma substância produzida naturalmente pelo organismo humano e que foi sintetizada para a utilização nos preenchimentos. Sua utilização é indicada, principalmente, em pessoas que não estão totalmente seguras quanto às mudanças que surgirão. O preenchimento com ácido hialurônico também é recomendado no preenchimento de lábios, uma vez que é o produto que cria a sensação mais natural à região que outros produtos.

pmma bioplastia

Os materiais para implante por bioplastia também são classificados como autólogos ou heterólogos, sintéticos, naturais ou mistos. A escolha do produto a ser utilizado vai depender do objetivo almejado, da região anatômica que receberá o implante, bem como da experiência do profissional responsável. É dada prioridade ao polimetilmetacrilato (PMMA), composto utilizado em diferentes concentrações nas diferentes áreas do corpo humano.

A bioplastia é realizada com anestesia local, ou seja, não há necessidade de recorrer a bloco cirúrgico ou hospital. Dessa forma, com a bioplastia é possível regressar às atividades habituais, com poucas restrições e somente para a área tratada.

PMMA e implantes líquidos infiltrativos para bioplastia

Durante décadas, muitas tentativas foram feitas para preenchimento de depressões e cicatrizes, com o uso de implantes biológicos ou artificiais. A maioria dos materiais biológicos são, entretanto, reabsorvidos no período de um (1) ano, enquanto os materiais sintéticos, até agora, vinham mostrando efeitos colaterais como migração, formação de granuloma e reação alérgica tardia. Esse efeitos ocorriam até o desenvolvimento de compostos a base de PMMA, que é utilizado no Brasil.

Desde 1945, seu uso no campo médico é uma prática comum. Essa substância é aplicada, por exemplo, em próteses dentárias, implantes em costelas, cimento de ossos, lentes inter-oculares e material de reparo para cirurgia crânio-facial. Por ser inerte e biocompatível, o implante de PMMA foi ampla e positivamente discutido em muitos artigos científicos.

pmma bioplastia

Experiências feitas em animais com microesferas de PMMA, foram empreendidas em 1985, na Universidade de Francfurt, com o intuito de provar a biocompatibilidade do material. O uso para aumento de tecido em pacientes teve início em 1989, e entre 1989 e 1999, foi usado em 200.000 pacientes. Todos os estudos de casos de Artecoll mostraram um grau elevado de segurança e uma taxa extremamente baixa de complicações.

VEJA ARTIGO SOBRE BIOPLASTIA >>



 

MÉDICOS RESPONSÁVEIS

Dr Roberto Chacur Dr. Roberto Chacur
Médico Cirurgião. CREMESP sob o número 124125 e RQE 33433.
Formação: Universidade Luterana do Brasil (ULBRA).
Tem formação de cirurgião, com registro de especialista no CREMESP sob o número 33433, membro da ASLMS (American Society for Laser Medicine and Surgery) e associado à Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia (SBLMC). Mais informações sobre Dr. Roberto Chacur, que se dedica exclusivamente a preenchimentos faciais e corporais.
Danuza Dias Alves Dra. Danuza Dias Alves
Médica CRM/RS Nº 36568.
Formação: Centro Universitário UNIRG.

clinica leger laser co2 fracionado


clinica leger s�o paulo Clinica Leger Moema São Paulo

 

Clínica Maison Leger Porto Alegre
Clínica Leger Rio de Janeiro
Clínica Leger Recife