fbpx
Agendamento: RS +55 (51) 4063.8333, RJ +55 (21) 4063.8333, SP +55 (11) 4063.3338
De segunda-feira a sexta-feira das 8h às 20h | Sábado das 9h às 15h
Voltar

Blog

Voltar

Entenda a diferença entre os tipos de carboidratos

Você tem o costume de comer pão todos os dias no café da manhã? Ou gosta de comer um macarrão em família na hora do almoço? Os carboidratos fazem parte do cardápio de grande maioria das pessoas, mas o que está por trás desse macronutriente? Afinal, o carboidrato é mesmo um vilão nas nossas mesas?

É comum culpar os carboidratos ao ganhar peso e até retirá-lo da dieta a fim de emagrecer. Porém, será que os carboidratos realmente podem interferir significativamente na sua massa corporal e até prejudicar a sua saúde? Para entender tudo isso, antes é importante compreendermos o papel dos carboidratos no nosso corpo.

Os carboidratos podem ser divididos em três grupos principais: açúcares, amidos e fibras. Fonte fundamental de energia, esse grande grupo de alimentos funciona como um verdadeiro combustível para as atividades do nosso organismo. No entanto, é importante diferenciar os carboidratos bons e saudáveis dos ruins e prejudiciais para nós.

Carboidratos bons

Os carboidratos bons, também chamados de complexos, são aqueles benéficos para o nosso organismo. As fibras, por exemplo, contribuem para o controle da glicose e exigem que o corpo gaste mais energia na sua digestão, sendo que o açúcar é liberado gradualmente.

Assim, há uma sensação de saciedade, fazendo com que a pessoa queira comer menores quantidades. Esse tipo de carboidrato está presente em vegetais, frutas, legumes, sementes, grãos integrais – como aveia e quinoa – e tubérculos -por exemplo, batata doce.

Os amidos também são carboidratos complexos e atuam de forma similar à fibra. Além de fornecerem uma série de minerais e vitaminas, também são digeridos de maneira mais lenta. Legumes, grãos integrais, frutas e leguminosas são alguns dos alimentos que possuem amidos.

De forma geral, os carboidratos bons são essenciais por seus perfis nutricionais, por conterem vitaminas, antioxidantes, proteínas e por serem combustíveis para o corpo, sendo relevantes para muitos sistemas e órgãos. Uma alimentação marcada pela falta desses alimentos pode gerar fadiga, fraqueza, dores de cabeça e até mesmo falta de concentração.

Carboidratos ruins

Já os carboidratos ruins, também denominados carboidratos simples, são aqueles encontrados em doces, refrigerantes, salgadinhos, pães, alimentos processados e açúcares em geral. Quando no organismo, transformam-se em açúcar no sangue, ocasionando picos de insulina, além de se tornarem gordura no nosso corpo.

Nesse sentido, quando se ouve falar da importância de diminuir o consumo de carboidratos para a nossa saúde e para o nosso bem-estar, normalmente as pessoas estão se referindo aos carboidratos ruins. Eles são prejudiciais pelo excesso de calorias, ganho de peso e até por causarem mais fome.

Além disso, esses alimentos têm baixo teor nutricional e não têm fibras, tendo como função básica apenas fornecer energia rápida para as atividades do nosso organismo. Contudo, costumam trazer menos nutrientes por caloria do que o ideal, gerando as consequências negativas já mencionadas.

Nutrologia e Medicina Integrativa na Clínica Leger

Para ter conhecimento da quantidade de carboidratos ideal para você, é muito importante se consultar com médicos que analisem o seu caso em particular, assim como a sua rotina e os seus objetivos. A Clínica Leger possui uma equipe de médicos de nutrologia e de medicina integrativa que podem te ajudar nesta importante missão de cuidar do seu corpo, realizando uma orientação especializada e um acompanhamento nutricional.

💬 Precisa de ajuda?