Agendamento: RS +55 (51) 4063.8333, RJ +55 (21) 4063.8333, SP +55 (11) 4063.3338
De segunda-feira a sexta-feira das 8h às 20h | Sábado das 9h às 15h
Voltar

Blog

Voltar

Artigo aponta baixo nível de complicações em preenchimento com PMMA

O mais recente trabalho do Núcleo de Pesquisa Leger aponta baixíssima taxa de complicações no procedimento de aumento de glúteos com PMMA. O estudo publicado na revista Plastic and Reconstructive Surgery, uma das mais renomadas revistas internacionais de cirurgia plástica, mostra o acompanhamento de 1.681 pacientes em 10 anos. Este é um dos mais abrangentes estudos sobre esta temática já publicados no meio médico acadêmico.

Leia aqui o estudo na íntegra.

Todos os casos acompanhados foram de preenchimentos de glúteo com PMMA realizados nas clínicas Leger de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre entre 2009 e 2018. Dos 1.681 pacientes, foram 1.583 mulheres e 98 homens, com média de idade de 39 anos. Ao todo, foram 2.770 procedimentos analisados e mais de 500 mil mL de PMMA injetados. O volume médio injetado em cada seção foi de 237 mL durante o primeiro procedimento e de 147 mL durante o segundo procedimento.

A taxa total de complicações apresentada foi de apenas 1,88%, sendo a maior incidência de hematoma (10 casos), seguido de seroma (8), equimose (7) e nódulo (6). Estudos com implante de silicone chegam a apontar taxa de 10% no total de casos de complicações.

“Esse trabalho é um marco e aponta o preenchimento com PMMA como o melhor tratamento para aumento de glúteos”, afirma o Dr. Roberto Chacur, um dos autores do trabalho e que dedica 12 anos de sua carreira exclusivamente ao estudo e aprimoramento da técnica de preenchimento facial e corporal.

Preenchimento de glúteo com PMMA

O preenchimento de glúteo com PMMA é realizado no próprio consultório médico com anestesia local, sem cirurgia, sem corte e sem internação. A utilização da substância injetável permite uma maior versatilidade, sendo possível equilibrar assimetrias pontuais, podendo ser realizadas somente na parte superior ou somente na parte inferior do glúteo, preencher a lateral do glúteo conhecida como depressão trocantérica ou até mesmo adicionar volume em toda a região ajudando na definição do contorno e modelação corporal, de acordo com a necessidade de cada paciente, recomendação médica e respeitando as linhas naturais do paciente, evitando uma aparência artificial ou inestética.

O Núcelo de Pesquisa Leger é composto por: Dr. Roberto Chacur, Dr. Honório Sampaio Menezes, Dra. Nívea Bordin Chacur, Dra. Danuza Dias Alves, Dr. Rodrigo Cadore Mafaldo, Dr. Leandro Dias Gomes e Gisele dos Santos Barreto.