Agendamento: RS +55 (51) 4063.8333, RJ +55 (21) 4063.8333, SP +55 (11) 4063.3338
De segunda-feira a sexta-feira das 8h às 20h | Sábado das 9h às 15h
Voltar
Dermatologia e Nutrologia Dermatologia

Depilação a Laser e métodos alternativos

Depilação a laser tem efeito permanente pois atinge a raiz do pelo em sua fase de crescimento, enquanto os métodos tradicionais de depilação com creme, lâmina e cera, apenas cortam o fio rente a pele. O método reduz a formação de manchas, pelo encravado, foliculite e aumenta o intervalo entre as sessões, podendo durar até dois anos, permitindo que você tenha mais tempo para realizar outras atividades. Cada região de aplicação como buço, axila, braço, virilha, coxa ou perna inteira, determina a duração da sessão, que pode ser de 15 a 20 minutos, conforme a extensão da área tratada.

A depilação a laser funciona segundo o princípio da fototermólise seletiva, que identificou o potencial de atração entre determinadas moléculas por feixes de luz com comprimentos de onda específicos. Denominadas cromóforos, essas moléculas absorvem a energia da luz, o que produz um aquecimento local. É o que acontece com o pigmento da melanina presente no pelo, que é o alvo da depilação a laser. Ao atingir o pelo, os feixes de luz percorrem a haste até a raiz, promovendo um aquecimento profundo que reduz a atividade do folículo e retarda o crescimento dos fios. A ação do laser enfraquece permanentemente a estrutura, dificultando a formação de novos pelos, que além de desenvolverem-se mais lentamente e em menor quantidade, terão menor espessura.

O número de sessões de depilação a laser varia conforme a cor da pele do paciente e a fase de crescimento do pelo. Durante sua evolução o pelo pode se encontrar na fase anágena de crescimento, que dura de dois a oito anos, na fase catágena de degradação que leva de duas a quatro semanas ou telógena de repouso que vai de dois a quatro meses. Devido a fototermólise seletiva, a ação do laser é mais efetiva nos pelos com maior concentração de melanina, que normalmente são aqueles em fase de crescimento. Como o tempo de vida do pelo é maior do que o seu período de remissão, a maior parte dos fios encontra-se na fase anágena, o que explica a visível redução de seu volume na primeira sessão. Contudo, para um efeito mais uniforme são indicadas de seis a oito sessões com intervalo de trinta dias para atingir o pelo na fase mais apropriada. O efeito permanente pode ser mantido com uma sessão de manutenção anual ou a cada dois anos.

Depilação a laser de diodo

Laser de diodo apresenta ação efetiva na remoção dos pelos, sendo indicado para depilação a laser até mesmo em peles bronzeadas e negras para homens e mulheres. O equipamento aprovado pela Anvisa possui uma tecnologia patenteada de resfriamento com safira que reduz o desconforto. Em áreas menores, como axila e buço, o procedimento é realizado com o auxílio de uma pomada anestésica e para regiões como coxas ou perna inteira pode ser utilizado um compressor de ar frio para amenizar qualquer sensação desagradável. Os efeitos duram até dois anos, sendo necessárias apenas sessões de manutenção.