Agendamento: RS +55 (51) 4063.8333, RJ +55 (21) 4063.8333, SP +55 (11) 4063.3338
De segunda-feira a sexta-feira das 8h às 20h | Sábado das 9h às 15h
Voltar
Corporal Cirurgia Plástica

Mamoplastia de aumento

Mamoplastia de aumento utiliza prótese de silicone para dar volume aos seios ou ainda para restaurar a firmeza e sustentação após diminuição de peso ou gravidez. O procedimento é a segunda cirurgia plástica de ordem estética mais realizada no Brasil, ficando atrás apenas da lipoaspiração. A utilização de prótese mamária também é uma alternativa para estabelecer a simetria entres as mamas ou para reconstrução mamária após mastectomia.

O procedimento é realizado em hospital, com anestesia geral, peridural ou local com sedação, tem duração média de duas horas e internação de 12 a 24 horas. As incisões variam conforme o tipo e volume do implante, particularidades anatômicas da paciente e a preferência do cirurgião, mas na maioria dos casos deixam uma cicatriz discreta. A paciente pode apresentar sensibilidade local, inchaço e hematoma, se houver dor podem ser utilizados analgésicos comuns.

Normalmente é necessário repouso de três dias, sendo necessária a utilização de micropore modelador e sutiã com suporte por cerca de um mês. Movimentos que levantem os braços além da altura dos ombros devem ser evitados nos primeiros trinta dias. Suturas indissolúveis devem ser removidas entre 7 e 10 dias e suturas absorvíveis serão incorporadas gradualmente. É possível notar uma mudança no volume logo após a cirurgia, mas a aparência definitiva somente em seis meses, após a redução de edema, hematomas e cicatrização completa.

Os tipos de prótese de silicone podem variar conforme a superfície, perfil, formato e até mesmo de marca para marca, além, é claro, do volume. Por isso a consulta presencial é tão importante, somente após avaliação é possível definir qual a prótese mamária mais adequada.

Tipos de prótese de silicone para mamoplastia de aumento

A maioria dos implantes utilizados na mamoplastia de aumento são de superfície texturizada, pois apresentam menor taxa de contratura e uma aparência mais natural. Próteses com superfície de poliuretano costumam ser mais apropriadas para reconstruções mamárias pois tendem a aderir melhor aos tecidos, o que é importante uma vez que o objetivo é a substituição das mamas e não o aumento de mamas que já existem.

O formato da prótese de silicone irá determinar a altura das mamas em relação ao tórax, podendo ser cônica, para as mulheres que desejam uma maior projeção; redonda, indicada para quem deseja destacar o colo; e a anatômica ou em gota, mais utilizada para reconstrução. Por último, existem ainda diferenças quanto ao perfil, que define o contorno dos seios quanto a sua projeção. A projeção da prótese de silicone depende do perfil escolhido, que pode variar entre baixo, moderado, alto e extra alto.

Além da aparência final o tipo de prótese influencia no tamanho e local da incisão. Todas essas alternativas são discutidas com a paciente durante a consulta presencial, que é fundamental para definir como será feita a cirurgia para aumento de seios e definir valores. Converse com seu médico.