Agendamento: RS +55 (51) 4063.8333, RJ +55 (21) 4063.8333, SP +55 (11) 4063.3338
De segunda-feira a sexta-feira das 8h às 20h | Sábado das 9h às 15h
Voltar
Corporal Cirurgia Plástica

Mastopexia para lifting de mamas

Mastopexia é a cirurgia plástica para levantar a mama retirando o excesso de pele, implante de prótese de silicone ou ambas. O lifting das mamas é realizado em hospital, com anestesia geral, peridural ou local com sedação, tem duração média de duas horas e internação de 12 a 24 horas. As incisões variam conforme as particularidades anatômicas da paciente e a preferência do cirurgião plástico, mas na maioria dos casos os tipos de cicatriz são discretos. A paciente pode apresentar sensibilidade local, inchaço e hematoma, se houver dor podem ser utilizados analgésicos comuns.

Normalmente é necessário repouso de três dias, sendo necessária a utilização de fita modeladora e sutiã com suporte por cerca de um mês. As cicatrizes nas mamas poderão limitar os movimentos que ergam os braços além da altura dos ombros, que devem ser evitados nos primeiros 30 dias, assim como qualquer  tipo de esforço ou atividades físicas. Caso não sejam utilizadas suturas absorvíveis os pontos devem ser retirados entre sete e 15 dias. É possível notar a redução da flacidez logo após a cirurgia, mas para a aparência final é recomendado aguardar a redução de edema, hematomas e cicatrização completa, o que deve ocorrer em seis meses.

Mastopexia com prótese para lifting de mamas


A cirurgia de mastopexia com prótese é utilizada para fortalecer o tecido mamário e ajudar a definir o contorno dos seios. Este procedimento cirúrgico combina a retirada de pele flácida com implante de prótese de silicone, colaborando tanto para o lifting de mamas como para harmonia da estética corporal. A flacidez também pode ser causada por seios muito grandes que cedem ao peso das mamas, neste caso pode ser indicada uma mamoplastia redutora. Em avaliação presencial o médico irá verificar a necessidade e viabilidade da cirurgia de acordo com as condições físicas e o histórico clínico do paciente, podendo indicar uma mastopexia com prótese, simples ou uma mamoplastia redutora.