Carregando...
Agendamento: +55 (51) 4063.8333, +55 (21) 4063.8333, +55 (11) 4063.3338
De segunda-feira a sexta-feira das 8h às 20h | Sábado das 9h às 15h
Voltar
Dermatologia e Nutrologia Dermatologia

Aumento de Glúteos

Aumentar glúteos é um desejo de várias mulheres e até de alguns homens. Alternativas para aumentar os glúteos incluem exercícios, perda de gordura, alimentação adequada, bioestimulação de colágeno, preenchimento, lipoescultura e implante de silicone. Os motivos da procura por aumento de glúteos podem envolver razões funcionais e estéticas. Apesar de ser uma porção importante do contorno corporal, é difícil alcançar efeitos satisfatórios sem levar em consideração a fisiologia do glúteo.

O glúteo é formado por três músculos que desempenham papeis importantes na movimentação corporal, como sentar, levantar, caminhar ou correr. Denominados mínimo, médio e máximo, os músculos dos glúteos ajudam as coxas na absorção de impacto e junto com o abdome e músculos do assoalho pélvico fazem parte do centro de apoio do corpo, protegendo a coluna lombar de estresse por esforço físico. Além disso, o glúteo é responsável por realizar movimentos como levantar, esticar e girar a perna, além de abrir e fechar as coxas. Praticantes regulares de exercícios físicos, especialmente corredores, costumam dedicar-se ao fortalecimento dos glúteos para melhorar seu desempenho. Uma região muito exigida diariamente tanto na prática esportiva quanto na realização de atividades diárias é a porção do trato iliotibial, formado pela união dos músculos do glúteo máximo, médio e tensor da fáscia lata. O local recebe atenção especial na prática de exercícios para aumento de glúteos pois apresenta um problema muito comum: a depressão trocantérica.

Confira algumas opções para aumentar os glúteos

Exercícios para aumentar os glúteos

Agachamentos são muito indicados quando pensamos em aumentar os glúteos com exercícios, mas dificilmente eles conseguirão proporcionar a hipertrofia desejada de forma independente. O ideal é sempre combinar diferentes estímulos e ir aumentando gradualmente o grau de dificuldade, por isso o recomendado é sempre solicitar a ajuda de um profissional. A depressão trocantérica, por exemplo, é um problema difícil de ser solucionado com exercícios, pois está localizada em um ponto de convergência de três músculos, sendo difícil de conseguir um estímulo uniforme para obter ganho de volume. Nesse caso pode ser necessário pensar em fazer adequações na alimentação, o que pode funcionar especialmente para mulheres, que possuem tendência hormonal de armazenar gordura nessa região.

Alimentação para aumento de glúteos

Entre as diversas funções do estrogênio, um dos hormônios femininos, está a regulação da distribuição de gordura no corpo da mulher, que geralmente é destinada ao quadril, nádegas e coxas. Por isso, a redução de gordura corporal, tão sonhada por algumas pessoas, pode ser um problema para quem deseja aumentar os glúteos naturalmente. Para alcançar o contorno desejado, pode ser interessante pensar em uma alimentação rica em gorduras insaturadas como abacate, oleaginosas e peixe, além de alimentos ricos em proteínas para potencializar o ganho de massa magra. Outra possibilidade é fazer a transferência cirúrgica de gordura, retirada normalmente do abdome para ser filtrada e depositada nos glúteos.

Lipoescultura

A lipoescultura ou brazilian butt lift, como é chamada no exterior, é um procedimento cirúrgico que realiza a transferência da gordura do abdome do próprio paciente para aumentar os glúteos. Contudo, a técnica só pode ser adotada se houver gordura sobressalente, caso o paciente apresente reduzida concentração de massa gorda abdominal, a gluteoplastia de aumento pode ser uma opção.

Gluteoplastia

A cirurgia para implante de silicone é um método tradicional de aumento de glúteos que utiliza próteses de formato e tamanhos predefinidos para modelar o contorno corporal. No entanto, a aparência final pode perder um pouco em harmonia, uma vez que as possibilidades de adequar o implante as necessidades do paciente são limitadas, especialmente no que diz respeito a correção da depressão trocantérica. Quando há necessidade de preencher áreas específicas, uma opção costuma ser a bioestimulação de colágeno.

Bioestimulação para aumentar os glúteos

Como o próprio nome diz, a bioestimulação tem como foco incentivar o organismo a produzir colágeno. A técnica utiliza substâncias absorvíveis como ácido polilático, policaprolactona ou hidroxiapatita de cálcio, que são sintetizadas em pequenas partículas para exercerem a função de pilares sobre os quais o novo tecido rico em colágeno irá se desenvolver. O método contudo tem alto potencial como preenchedor pontual com estímulo de colágeno, mas não produz ganho de volume expressivo.

Preenchimento de Glúteos

Preenchimento de glúteos ou bioplastia de glúteos é uma técnica que utiliza polimetilmetacrilato para modelar o contorno corporal de acordo com as necessidades do paciente. PMMA é um polímero biologicamente compatível utilizado na medicina há mais de 70 anos, sendo 30 como preenchedor definitivo. Assim como qualquer procedimento médico o preenchimento com PMMA não é isento de riscos, contudo, dois estudos recentes confirmam as melhorias feitas no produto ao longo de suas três gerações transformando-o em uma substância livre de impurezas, com microesferas de tamanho regular e superfície lisa, fatores que reduzem para quase zero o risco de granuloma, migração, alergia ou rejeição.

A primeira pesquisa foi divulgada em 2016 durante o 1° Simpósio Consenso Brasileiro de Implantes Infiltrativos realizada com 36 médicos de todo o Brasil e registrou apenas 719 complicações entre 87.371 preenchimentos realizados com PMMA, o equivalente a 0,823% do total. O segundo estudo, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CAEE número 86722118.8.0000.5291) e publicado em junho de 2019 na revista Plastic and Reconstructive Surgery da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica, foi feita pelo Grupo de Pesquisa Leger, acompanhando mais de 1.500 pacientes por 10 anos totalizando quase 3.000 procedimentos e apontou risco inferior a 2% em aumento de glúteos com PMMA. O artigo completo pode ser acessado aqui.

Tratamento de celulite e bioestimulação de colágeno

Aumentar os glúteos é apenas uma das etapas para alcançar um contorno corporal bem definido. Fatores como flacidez e celulite também devem ser levados em conta por quem busca uma aparência mais harmônica. Uma das opções pode ser combinar o descolamento dos septos fibrosos com preenchimento, a técnica chamada de Goldincision contribui para devolver a uniformidade da pele e estimula produção de colágeno tratando também a flacidez dos glúteos.