Carregando...
Agendamento: +55 (51) 4063.8333, +55 (21) 4063.8333, +55 (11) 4063.3338
De segunda-feira a sexta-feira das 8h às 20h | Sábado das 9h às 15h
Voltar
Dermatologia e Nutrologia Dermatologia

Tratamento de manchas na pele

Manchas escuras na pele podem ser melanoses causadas pela exposição solar ao longo dos anos ou melasmas formados por fatores hormonais, predisposição genética ou alguma substância fotossensibilizante, como a furocumarina presente no limão. A energia ultravioleta dos raios solares estimula a atividade dos melanócitos, as células produtoras de melanina, o pigmento que dá cor à pele. As manchas escuras na pele, incluindo sardas e manchas de acne podem ser tratadas com laser CO2 fracionado, microagulhamento e peeling químico. Outros tipos de manchas que podem receber tratamento estético e oferecem pouco ou nenhum risco à saúde são as dermatites, rosácea e diferenças de pigmentação causadas por psoríase e vitiligo.

Laser CO2 fracionado para tratamento de manchas na pele

Laser CO2 fracionado é uma tecnologia que parte do princípio da fototermólise seletiva para fragmentar os melanócitos preservando a área não pigmentada. Isso acontece devido a uma maior atração dos feixes de luz por cromóforos, moléculas capazes de absorver a luz. Ao reter a energia do laser a melanina é aquecida até ser rompida, sendo eliminada pelo sistema linfático.

Microagulhamento para melasma

O microagulhamento utiliza pequenas agulhas para produzir uma série de pequenos danos na pele estimulando a renovação celular. A técnica incentiva a produção de um tecido saudável, rico em colágeno e de tonalidade mais uniforme. O tratamento é realizado com anestesia tópica, permite o retorno à rotina em curto período, sendo recomendado apenas o uso de protetor solar.

Peeling Químico

O peeling químico é outra opção no tratamento de manchas. Realizado com ácido láctico, ácidos de frutos, ácido glicólico ou ácido salicílico, a técnica promove a descamação superficial da pele. O novo tecido que cobrirá o local reduz a diferença de pigmentação além de apresentar uma aparência mais saudável com brilho, maciez e textura renovados.

Excimer laser para psoríase vitiligo e dermatites

Para o tratamento de dermatite, psoríase, vitiligo e outras doenças da pele derivadas de disfunção do sistema imunitário é utilizada a terapia por luz UVB de banda estreita, que imita o comprimento de onda do laser excimer com 308 nm. O equipamento simula o efeito da luz solar, produzindo uma modelação imunológica de incentivo aos melanócitos a retomarem a produção de melanina.

LIP para rosácea

Para o tratamento de rosácea, manchas na pele de coloração rosada, a terapia mais frequente é a luz intensa pulsada. O equipamento emite uma luz difusa com poder calmante que alivia a dilatação, inflamação e irritação dos vasos sanguíneos, causando sua retração e aliviando as manchas.

Como diferenciar manchas comuns de melanoma

Melanomas surgem quando há uma multiplicação desordenada de melanócitos, causando manchas com diâmetro maior do que 5 mm, de formato e bordas irregulares e que apresentam alterações frequentes em sua aparência, incluindo a cor.

O tratamento ideal será definido pelo médico em consulta presencial de acordo com a avaliação física e histórico clínico do paciente.